Posts Tagged 'vestido'

Renovando o vestido

Vamos supor que você foi convidada para uma festa e está naquele dilema: não quer usar novamente aquele vestido lindo do seu armário que já marcou presença em vários eventos e também não quer se despender de alguns (muitos) reais para estrear um novo modelito. Aliado a isso, busca uma idéia criativa. O que fazer? Nem tanto ao céu, nem tanto à terra. Que tal repaginar o seu vestido com uma sobreposição (como se fosse uma anágua só que para vestir, ao invés de por baixo, por cima) feita de um tecido transparente (tule ou organza, por exemplo)? Como a idéia é que apenas siga os contornos do seu vestido (veja foto abaixo), não tem muito mistério. Ou seja, sua costureira tirará de letra e o custo será bem menos elevado que comprar ou mandar fazer um novo. O efeito final? Um novo look, com mais movimento e uma nova cor. Para finalizar: incremente com um cinto ou faixa para dar forma. Boa festa!

Foto do desfile da Paul Smith Women, inverno 2010. (Style.com)

Anúncios

Para toda hora

O vestido preto básico é um item indispensável no guarda-roupa de muitas mulheres. Associado a elegância, ele funciona super bem em várias ocasiões. Por isso mesmo não é difícil que ele seja a salvação em momentos de crise “com que roupa eu vou?” ou em situações de “emergência” (leia-se: quando somos surpreendidas com um convite especial e precisamos estar belas em poucos minutos). Opa, mas ele por si só não é garantia de estar bem vestida em qualquer hora e qualquer lugar. É preciso dar atenção especial as escolhas dos outros itens que comporão o look, assim de fato ele será versátil e poderá ir tanto ao cinema (usando-o com sapatilhas + jaqueta jeans + bolsa média, por exemplo) como a uma festa sofisticada (usando-o com jóias + salto alto + bolsa carteira + cinto fino, por exemplo). Outros detalhes também fazem diferença: o tecido (que não deve ser tão simples nem tão nobre para que possa adequar as diferentes situações) e ter alguma bossa (para que permaneça básico mas com alguma personalidade, como as mangas desse vestido da foto). É bem provável que você já tenha o seu vestido-coringa-preto-perfeito-para-toda-hora, se não, não perca mais tempo e encontre um para chamar de seu! Faça bom proveito.

Foto do desfile da Moschino, inverno 2010. (Style.com)

Otimização é a palavra chave

Esse post pega o gancho desse aqui e aqui. É um barato otimizar e diversificar o uso das peças que já temos no nosso armário. Muitas vezes estamos tão viciadas em fazer as mesmas combinações que temos a sensação que precisamos de mais peças para dar cara nova ao que já temos. Fazer compras é uma delícia (eu que o diga!) mas não é a única solução (nossa conta bancária agradece!). Revisitar o armário com uma nova ótica rende ótimos resultados. Quer um exemplo? Você tem um vestido e prefere usar somente ele. Ok. Ainda que essa seja sua forma preferida de usa-lo, porque não tentar sair da zona de conforto e arriscar novas formas de combina-lo para, ainda que com a mesma base, ter um visual diferente? Novas combinações de cores, de texturas, de estilos e de sobreposição (como nesse look abaixo) são algumas das possibilidades!

Foto da coleção da Moschino, pre-fall 2010. (Style.com)

O vestido e sua versatilidade – parte II

Complementando o post de ontem… o post de hoje tem apenas o intuito de reforçar o quanto mudar os complementos pode fazer com que o seu vestido vá da padaria a uma festa! Quer alguns exemplos? Usado com uma sapatilha pode deixar o visual mais romântico, com uma rasteirinha mais descontraído, com um tênis mais jovem, com um sapato pesado mais atual, com uma jaqueta de tachas mais rock, com um casaco de moletom mais esportivo, com um cardigan de babados mais meigo, com um colete jeans mais informal, com uma bela jóia mais sofisticado, com um cinto fino mais chique, com uma meia-calça opaca mais invernal, com uma saia por cima mais criativo, com uma super maquiagem mais dramático e assim por diante. Claro, essa dica é para ser lembrada na hora de montar qualquer look, não só apenas os que tem o vestido como base. Seja, todo dia, sua própria personal stylist!

Imagem retirada daqui.

O vestido e sua versatilidade

O vestido é super prático por ser uma peça única. Ou seja: ele, assim como o macacão, não precisa de outro item para compor o look (ao contrário de uma saia/calça/short/bermuda que é necessário usar um top ou vice-versa). Vestiu, está pronta! Ok, mas e quanto a sua versatilidade? Ora, é muito simples: basta caprichar e diversificar as escolhas dos acessórios (sapatos, colares, bolsas, cintos, broches…), dos complementos (jaqueta, colete, casaquinho, meia-calça…) e até mesmo da maquiagem (um simples batom vermelho pode “levantar” o look, como na foto abaixo). Não faça como a Mônica, da Turma da Mônica, que não tinha criatividade alguma! Um mesmo vestido pode (quer dizer, deve!) render vários looks com propostas diferentes!

Mesmo look adicionando apenas um casaquinho. Se ainda trocasse a sandália por um sapato e colocasse uma meia-calça já virava roupa para os dias de inverno!

Fotos do desfile da DKNY, pre-fall 2010. (Style.com)

Tomara que não caia

Vestido tomara que caia é atemporal. Nunca sai de moda. Os ombros e o colo a mostra deixam o visual sensual na medida. No entanto, é difícil encontrar um que realmente não caia e, convenhamos, não é nada elegante  (nem confortável) ficar o tempo ajeitando-o de volta para o local certo. Um recurso utilizado (não só por isso – afinal existem os que vestem de maneira perfeita – mas também para diversificar o modelo) é complementar com tecido transparente (como o tule, por exemplo). É uma ótima alternativa para ficar tudo no lugar e/ou para diversificar o armário com uma versão diferente (porque, ainda que deixe de ser propriamente um tomara que caia, o resultado ainda mantém essa idéia). No verão, algumas marcas fizeram sem manga (a Maria Bonita Extra fez versões graciosas) e, com mangas longas (como o da foto abaixo), é uma boa opção para o inverno não tão rigoroso que temos no nosso país. Quer mais uma opinião sobre esse vestido? Leia aqui o post da Patrícia Koslinsks, do GNT.

Foto do desfile da Cholé, pre-fall 2010. (Style.com)

Look certeiro

Cada uma tem seu estilo, cada uma tem seu look preferido, cada uma sabe (ou deveria saber) qual tipo de combinação é coringa para o seu tipo de corpo. Essa look da foto tem tudo a ver comigo e acho que funciona também para todas! A fórmula? Vestido com comprimento acima dos joelhos + cinto ou faixa para definir a cintura + casaquinho com as mangas arregaçadas  (que poderia ser substituído por uma jaqueta) + sandália (com ou sem salto, mas com dá uma super alongada!). O que diferencia de um look dia a dia para uma festa? Investir no tecido mais nobre e/ou com textura e caprichar nos acessórios! Ah, e claro, não esqueça dos cuidados com a pele e com o cabelo. Arrase!

Foto do desfile da Diane von Furstenberg, pré-inverno 2010. (Style.com)


E-mail

paraverasmeninas@gmail.com

Junte-se a 32 outros seguidores

Arquivos